sábado, 31 de agosto de 2013

Mitologia e Folclore - Mononoke, Tsukumogami, Youma e Yousei

Os Youkai são uma classe de criaturas sobrenaturais do folclore japonês que inclui o Oni (ogro), a Kitsune (raposa), Yuki-Onna (mulher da neve) entre diversos outros. Um youkai geralmente tem algum tipo de poder sobrenatural ou espiritual e assim encontros com humanos tendem a ser perigosos. O termo youkai é ambíguo e pode ser usado para designar todo tipo de monstro e criatura sobrenatural. Deixaremos bem claro que nem todos os Youkais são maus. Geralmente os chamam de "demônios", mas está não passa de uma tradução mal feita que leva ao preconceito das pessoas com a cultura japonesa. Os Youkais maus são chamados, genericamente, de Youma. Há também os Youkais relacionados à natureza, geralmente na forma de mulheres, os Youseis. Um youkai que tem a habilidade de se transformar é chamado de Obake ou Bakemono. Por sua vez os Bakemono de espíritos de animais são chamados de Mononoke, e os que são criados a partir de objetos inanimados são os Tsukumogami. 


Mononoke - os Mononoke, segundo a lenda, surgem de espíritos de animais que adquiriram um certo grau de consciência e possuem a capacidade de mudar de forma, normalmente se transformando em belas mulheres, para pregar peças nos seres humanos, e ainda, a capacidade de evoluir, mudando sua própria forma, gerando uma nova cauda. Os Mononoke mais populares são a Kitsune, na forma de raposa; o Tanuki, na forma de guaxinim; e o Bakeneko, na forma de um gato. 

Tsukomogami - Os Tsukumogami são bakemono que só podem se transformar após muito tempo de existência do objeto, geralmente depois de uns 100 anos, ou seja, se você tem um objeto muito velho em sua casa, cuidado, ele pode criar vida e sair por aí te assombrando a qualquer momento! Mas, dependendo da espécie do Tsukumogami, o período pode ser menor. Os Tsukumogami mais comuns são o Ittan Momen, criatura na forma de um pano de algodão; Kasa-Obake, criatura na forma de um guara-chuva; e Bake-Zori, que assume a forma de uma sandália. 

Youma - são Youkais com uma classificação bem mais simples. Pela natureza destas criaturas os Youma são seres malignos, contatos de seres humanos com estes seres costumam ser fatais. U exemplar comum desta classe é Gashadokuro, esqueleto gigante. 

Yousei - são Youkais relacionados a elementos da natureza, como a neve, chuva e etc. Geralmente assumem a forma de mulheres como no caso na Yuki-Onna (Mulher da Neve) e a Ame-Onna (Mulher da Chuva). O termo Yousei pode ser traduzido como "espírito sedutor". As Yousei seriam equivalentes ao termo ocidental "Fadas". Uma antiga lenda na Prefeitura de Iwate descreve uma Yosei que podia trazer os mortos de volta a vida. Outra lenda fala do Mito do Monte Horai, está lenda de origem chinesa (em chinês recebe o nome de Monte Penglai), fala de um povo (Youseis) de proporções pequenas, que não possuem conhecimento do mal, por isso seus corações nunca envelhecem. Outras lendas semelhantes falam sobre os Koro-pok-guru, raça de criaturas pequenas do povo Ainu (ao norte do Japão) e o Kijimuna, raça de espíritos das árvores com o tamanho de uma criança de três a quatro e de cabelos ruivos, encontrados em Okinawa.

Junko Takeuchi Fará a Voz de Red no Especial Pokémon Pocket Monsters: The Origin

Bem a noticia a seguir foge um pouco a proposta do blog, mas vamos lá. No página oficial japonesa no Twitter de Pokémon foram anunciados as primeiras vozes Pocket Monsters: The Origin, anime especial que irá ao ar na TV japonesa. 


Junko Takeuchi (Naruto e Inazuma Eleven) fará a voz do personagem Red, Katsuji Mori (Gatchaman e Legend of the Glactic Heroes) fará a voz do Professor Okido (Professor Oak/Carvalho) e Rica Matsumoto dará vida ao personagem Satoshi (Ash). Os personagens deste especial são inspirados no games Pokémon Red e Pokémon Green


Naruto Shippuden - Dublagem é Iniciada no Brasil

Texto Original: anmtv


Após um longo tempo de espera, informações concretas sobre o retorno de Naruto ao Brasil foram divulgadas. De acordo com o dublador Michel Di Fiori, que dá a voz ao Neji, o anime está sendo dublado neste momento pelo estúdio CBS, o mesmo responsável pelos episódios anteriores.
Não deixando os fãs apreensivos por uma possível mudança de elenco, Michel aproveitou para confirmar que todos os dubladores originais principais serão mantidos, ou seja, Ursula Bezerra ainda será a voz de Naruto.
No entanto, ele ressaltou que ainda não há uma emissora e muito menos uma data de lançamento para o anime. O dublador comentou também sobre a censura: “Dublagem não censura anime. Isso vai na edição de acordo com a emissora ou cliente que adquire.“, postou em seu Facebook.
Agora que Naruto Shippuden está sendo dublado no Brasil, só resta esperar para saber como os fãs terão acesso ao título depois do processo. TV? Home video? Streaming? Façam suas apostas.

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Anime Friends 2013 - Saiba Mais Sobre o Trabalho das Principais Editoras de Mangá do Brasil

Texto Original: crunchyroll

A Crunchyroll é um site online internacional focado na transmissão de conteúdo asiático, incluindo animes, mangás, games, músicas e doramas (séries da TV japonesa). O site brasileiro foi inaugurado em 2012 e exibe animes e outros conteúdos legendados em português brasileiro em formatos online diversos. A Crunchyroll possui também uma área de notícias e um fórum para que seus usuários possam opinar sobre o site. 

Bem vamos a notícia, a Crunchyroll cobriu o evento Anime Friends 2013, realizado em São Paulo. Em alguns dos painéis editores das principais editoras de mangás no Brasil (Panini e JBC) expuseram como funciona o trabalho editorial de mangás no Brasil, a reportagem é bem interessante e resolvi trazer para vocês, o link com a reportagem original encontra-se aqui.    

De um lado os editores de Naruto, Toriko e One Piece. De outro o editor-chefe da equipe de Genshiken, Death Note e Blue Exorcist. Mas em meio às muitas novidades (como o lançamento de Shingeki no Kyojin pela Panini em novembro), o que mais chamou a atenção na participação das editoras Panini e JBC no Anime Friends 2013 foram as muitas curiosidades sobre o trabalho editorial no Brasil.

Para quem quer ser um tradutor ou editor de mangás a principal dica é ter um bom currículo. Todos os editores concordam que o candidato deve, de preferência, ter formação superior, uma boa cultura geral e, claro, muita paixão. Cassius Medauar, editor-chefe da JBC, afirma que as contratações da editora são sempre baseadas no banco de currículo. “Não importa o quanto o cara for bom, se ele não mandar um currículo, não tem como saber da existência dele”, afirma Medauar. Aí também entra a questão da cultura geral. Os mangás podem ser sobre qualquer assunto, então é essencial que a equipe envolvida na sua tradução seja capaz de buscar as melhores respostas para qualquer eventual questão.

Cassius Medauar, editor-chefe da JBC, 
durante palestra no Anime Friends

Mesmo contando com bons profissionais, o trabalho nas editoras é bastante corrido. Para conseguir trabalhar com a pressão dos prazos, é comum que as editoras terceirizem seu trabalho. Beth Kodama, editora da Panini, explica que é tudo muito feroz nesse ramo, e Medauar reforça dizendo que não tem como as editoras fazerem todo o trabalho sem terceirizar: é muito trabalho para poucas pessoas.

Diego M. Rodeguero, Bruno Zago e Beth Kodama,
editores da Panini durante palestra no Anime Friends

Eles traduzem, revisam e editam cada página de suas publicações. O trabalho de edição das páginas é geralmente o mais pesado. Eles pegam as páginas dos mangás e precisam trabalhá-la para que ela receba a tradução brasileira. Muitas vezes há grandes palavras em japonês cortando os desenhos, então um grande trabalho para apagar essas palavras e reconstruir o desenho original se torna necessário. Quem trabalha com isso sabe o quanto pode ser difícil e demorado reconstruir um desenho, principalmente se ele for colorido.

Algo interessante que ocorre na redação da editora Panini é que todos sabem fazer todo trabalho. Claro que cada um tem a sua especialização e seu foco é nisso, mas todos lá dentro são capazes de discutir determinada tradução de termo, por exemplo. Para Beth, é essencial que os profissionais conheçam os detalhes do trabalho editorial, isso ajuda a fazer um trabalho mais uniforme e de qualidade, mesmo com as inevitáveis terceirizações. Já na JBC as coisas são mais rígidas. Cada um faz sua parte e esta deve ser bem feita logo de primeira. Um tradutor cuja tradução precisa de modificações demais na hora da revisão tem seu trabalho posto em cheque.

Questionados sobre o trabalho dos scanlators, grupos de fãs que traduzem e editam mangás e os publicam na internet, os editores falaram que não há como ignorar sua existência, afinal, eles são fãs, tanto quanto os próprios editores profissionais. Mas Beth alerta para o pessoal que faz parte de scanlators e gostaria de trabalhar em alguma editora: “Algo muito irritante nos scanlators é o péssimo português. A língua portuguesa é importante para qualquer área e mesmo que o trabalho seja gratuito, de fã para fã, não custa nada dar uma revisada e compartilhar material de qualidade”.

O mercado editorial brasileiro: por que não temos tantos mangás como os japoneses?

Beth Kodama, editora da Panini, é enfática: japonês não tem medo de gastar 300 ienes (aproximadamente 6 reais) em uma edição daShonen Jump, ler e depois jogar fora. Nada de colecionar ou guardar para as próximas gerações. No Japão eles possuem um senso diferente do nosso em relação à cultura e ao entretenimento; é tudo consumido na mesma hora e há sempre espaço para mais.

Mangás de Naruto à venda no Anime Friends. 
Qualquer modificação no mangá, seja uma página que os editores 
decidam colorir ou uma capa que eles queiram mudar, 
deve ser autorizada pelas editoras japonesas.

Além das diferenças culturais entre as nações, um fator marcante que dificulta o trabalho das editoras em trazer mangás para o Brasil são as gráficas. Cassius Medauar lembra que até há pouco tempo as gráficas não tinham experiência com a impressão de mangás, o que resultava em edições que se descolavam nas mãos do leitor quando se virava uma página. O papel usado também é um fator polêmico: de um lado, leitores querendo mangás baratos com a melhor qualidade possível; de outro, o preço dos papéis usado pelas gráficas. Só essa equação já explica muita coisa. Para baratear o valor dos mangás no Brasil a popularização deste seria a saída mais fácil, pois quanto mais pessoas lerem, mais negociável seria os valores da produção.

Uma confusão muito comum das pessoas é a respeito do cancelamento de mangás. Os mangás são independentes uns dos outros, então as baixas vendas de um não influi nas negociações de licenciamento de outro. Mas vale lembrar que mangás que já foram publicados em outros tempos e não tiveram o sucesso merecido ficam marcados e é extremamente difícil trazê-los de volta para uma nova edição.

Durante o Anime Friends 2013 a editora JBC anunciou o mangá Inazuma Eleven por menos de 5 reais e num formato totalmente novo, pensado para a popularização dos mangás no Brasil. Isso levanta muitas questões. Cada vez mais é frequente ver as críticas dos leitores ao trabalho da editora, especialmente no que se refere às adaptações de suas traduções. Por outro lado, a editora está determinada em fazer do mangá algo popular no Brasil e seu crescimento no mercado nacional é inegável. Eles não querem atingir apenas os fãs de mangás; eles também querem alcançar quem nunca ouviu falar. Atingir novos públicos seria um grande passo para o mercado editorial brasileiro.

Naruto -Fan Art 39

Para encerrar o dia mais algumas imagens de Naruto e sua trupe.





Comentários dos Autores Viz's Jump - Maio de 2013

Todo a semana é publicado na Viz's Jump comentários de alguns autores de séries da Shonen Jump. Os comentários revelam a rotina de trabalho e também a vida pessoal de cada um. Confira logo abaixo os comentários do mês de maio de 2013.



Blue Exorcist
Kazue Kato 
Vou tirar férias no próximo mês. Vou ir para Shimane, Mie e Okinawa! Por favor, não se esqueça de mim...

Naruto
Masashi Kishimoto
Tenho tantos DVDs que eu quero assistir. Eu nunca consigo assisti-los por causa do meu backlog [pilha de pedidos ou tarefas]. Isso é um fato.

Mario
Masashi Kishimoto
Eu queria que a art style fosse diferente de Naruto, mas talvez ele não tenha saído muito diferente. Se Mario for popular, eu venha a fazer Luigi no próximo. (risos)

One Piece
Eiichiro Oda
A edição desta semana [no Japão] inclui o mangá Kingdom. Eu li todos os volumes. É viril e legal!

Toriko
Mitsutoshi Shimabukuro
Corrida de longa distância, completa! Eu corri 10km em 51 minutos! Eu simplesmente não consigo quebrar a marca de 50 minutos... Da próxima vez, uma meia maratona!

Nisekoi
Naoshi Komi
Eu estou escrevendo este comentário enquanto algo grande está acontecendo. Com certeza é algo qualificado!

World Trigger
Daisuke Ashihara
Eu comprei algumas roupas de primavera. Mas meu cabelo está crescendo muito, eu só desejo cortá-lo novamente.

Bleach
Tite Kubo
Depois que eu terminar este capítulo, eu tenho que ir ao médico para um exame. Estou com tanto medo...

Cross Manage
Kaito
Obrigado por todos vocês, o volume 2 está à venda [no Japão]! Obrigado muito. Espere, ele foi lançado... certo?



One Piece
Eiichiro Oda
Fui convidado para ir a um AKB concert. Grandes ídolos realmente sabem como atraí-lo!

Naruto
Masashi Kishimoto
Eu fui a um Glay concert [banda de pop rock japonês]. Foram incríveis! Falo sobre uma grande diversão.


World Trigger
Daisuke Ashihara
Meus assistentes estão usando o novo  jogo para 3DS Tomodachi Collection para criar personagens do Wolrd Trigger. Eles têm um visual muito bom!

Bleach
Tite Kubo
Eu fui a Sapporo durante a Golden Week. É verdade que a comida em Hokkaiko é muito boa!

Cross Manage
Kaito
Eu fui a Disneylândia durante a Golden Week e me senti recarregado. Eu não tenho problemas em esperar na fila por duas horas.

Nisekoi
Naoshi Komi
Minhas memórias sobre a Golden Week é perdendo minha carteira pela primeira vez. Nãooo!

Toriko
Mitsutoshi  Shimabukuro
Eu finalmente comprei um sistema LCD pen tablet, mas não tenho idéia de como conectá-lo ao meu computador. Que diabos!




Naruto
Masashi Kishimoto
Eu consegui vários autógrafos de outros artistas de mangá na reunião  do júri para o Prêmio Tezuka, dias atrás. Um super grande privilégio!

Bleach
Tite Kubo
Surpreendentemente, eu fiquei viciado em um anime que inclusive estou gravando. É chamado Aku no Hana (Flores do Mal).

Cross Manage
Kaito
Minha câmera favorita que eu tenho usado por um longo tempo se foi, então eu comprei uma nova. Tem incrível resolução.

Toriko
Mitsutoshi  Shimabukuro
Eu sinto que a cada vez que o pitchers [jogador que lança a bola no baseball] coloca gelo em seus braços depois de um jogo de baseball eles ficam maiores.

World Trigger
Daisuke Ashihara
Eu não consigo ganhar no card game Daifugo, então eu estou jogando Shogi contra meus assistentes em um aplicativo para iPad. Por enquanto eu sou o mais fraco de todo o meu staff.

Nisekoi
Naomi Komi
As funções das mais recentes máquinas copiadoras são surpreendentes. Pena que eu não consiga usar mais 5% do seu potencial.

Jump Shop - Loja da Shonen Jump em Osaka

Fonte: crunchyroll

As Jump Shop são lojas especializadas da Shonen Jump em mercadorias temáticas. A Shueisha tem nove lojas no Japão, três em Tóquio, duas em Osaka e uma em Yokohama, Nagoya, Kurashiki e Fukuoka.
Confira imagens da loja de Osaka Umeda, no 7 º andar do edifício Yodobashi Umeda, que está localizado no lado norte da estação JR Osaka. Surpreendentemente, a loja era muito maior do que a loja Estação de Tóquio e tinha mais variedade de mercadorias. A julgar pelo número de itens na loja, a série mais popular é, naturalmente, One Piece, seguido por Kuroko no Basket, Gintama e Naruto. Também há itens de séries clássicas como Slam Dunk e Dragon Ball. Se quiser ver todas as imagens acesse aqui.







One Piece



  

Kuroko no Basket

  


Gintama




Naruto




 Assassination Classroom



The Prince of Tennis



Dragon Ball



Haikyuu!!



Toriko



Sket Dance 



Jojo's Bizarre Adventures



Blue Exorcist



Slam Dunk

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...